Blogs,  Críticas,  Stephania Amaral

Era uma vez em Hollywood

Tarantino sempre passa do ponto em algum momento, mas ainda vale a pena. Fui pro cinema apenas com uma sinopse meio torta e os teasers engraçadinhos que não pude evitar: Margot estava felizinha demais, todo mundo numa vibe muito cínica e eu com o crime terrível ocorrido em 1969 martelando na cabeça [continua…]

Era uma vez em Hollywood

Compartilhe
Share

Doutoranda em cinema de horror, revisora e aspirante à crítica de música no @discosdaste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.