Quem Somos

O Feito por Elas

O Feito por Elas é um projeto criado em 2016 para discutir e divulgar o trabalho das mulheres no cinema. Há 5 anos nós trazemos novas possibilidades a partir de histórias que foram criadas por mulheres e conjugamos nossos múltiplos conhecimentos para dialogar com as pessoas ao nosso redor e afetar a forma como elas vêm as imagens. Nosso trabalho é potencializar esses novos olhares pra narrativas plurais que já existem mas nem sempre são percebidas. Nosso trabalho engloba a criação e curadoria de conteúdo por meio de redes sociais e de nosso site.

Nessa perspectiva, produzimos um podcast quinzenal em que realizamos críticas aprofundadas, entrevistas e coberturas de festivais. Nossa abrangência é diversificada e abordamos diversos gêneros cinematográficos, passando por vários países diferentes, das pioneiras do cinema aos sucessos contemporâneos. Ah, e nós temos o nosso próprio prêmio de melhores do ano, o Troféu Alice

O Feito por Elas nasceu inspirado pelo desafio #52FilmsByWomen, do Women in Film, organização dedicada a promover a igualdade de oportunidades para mulheres. A proposta do desafio é que cada pessoa se comprometa a assistir a um filme dirigido por uma mulher por semana durante um ano, resultando, ao final, em 52 novos filmes de autoria feminina assistidos. A partir da nossa adesão ao projeto, veio a ideia de discutir e divulgar essas obras, valorizando o trabalho das diretoras e incentivando o público a conhecê-lo. Mais do que diretoras, pretendemos dar visibilidade para as diferentes mulheres que trabalham nas mais diversas áreas dentro do cinema.

Em março de 2016 a página estava no ar e em 1º de julho do mesmo ano o primeiro programa foi lançado. Desde então, já publicamos mais de uma centena de episódios de podcasts, cobrimos festivais e premiações in loco e nas redes sociais, realizamos entrevistas com profissionais, fizemos parcerias com outros podcasts e sites, tivemos presença ativa com notícias e outros conteúdos relevantes nas redes e redigimos dezenas de newsletters para aquelas pessoas que apoiam nosso projeto. Apenas em 2019 nós produzimos para o site 58 indicações (entre filmes, livros, discos e seriados), 57 críticas e 38 podcasts e continuamos crescendo.

Fale conosco: contato@feitoporelas.com.br

A Equipe

Isabel Wittmann, formada em Arquitetura e Urbanismo pela UFSC, é antropóloga e crítica de cinema, mestra em Antropologia Social pela UFAM e no momento cursa doutorado pela USP, com pesquisa em gênero, corpo e cinema. Escreve sobre cinema no Estante da Sala desde 2009 e é membra da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), do Elviras- Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema e pesquisadora vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Gênero, Sexualidades e Interseccionalidades (GESECS-UFAM) e ao Grupo de Antropologia Visual (GRAVI-USP).

Stephania Amaral é mestra e doutoranda em Estudos de Linguagens pelo CEFET MG, onde também se formou em Letras, participa dos grupos Literatécnica e Tecnopoéticas e pesquisa cinema de horror realizado por diretoras brasileiras. Escreve sobre filmes e discos no site homônimo, explora sua obsessão por música no @discosdaste e é convidada usual nos podcasts do Cinematório. Membra da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e do Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema.

Camila Vieira é crítica, curadora e pesquisadora de cinema. Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É curadora da Mostra de Cinema de Tiradentes, desde 2018. Organizou o livro “Mulheres atrás das câmeras: as cineastas brasileiras de 1930 a 2018” (Editora Estação Liberdade), finalista do Prêmio Jabuti 2020. Escreve atualmente na revista eletrônica Multiplot. É integrante da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). Contato: camilavieira.curadoria@gmail.com.

Kel Gomes é editora e podcaster no Cinematório. Tem formação em Enfermagem e Produção de Moda e se dedica à obtenção de novo título em Jornalismo na UFMG, com complementação de disciplinas de Cinema. Na UFMG também integra dois grupos de pesquisa: Poéticas Femininas, Políticas Feministas: A Mulher Está no Cinema e Grupo Afetos. É membra do Elviras – Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema e já foi Júri da Crítica do Prêmio Canal Brasil de Curtas nas edições de 2017 e 2018 da Mostra de Cinema de Tiradentes.

Rosana Íris é bacharel em Cinema pela UMESP e pós-graduada em Gestão Cultural pelo Senac. Trabalha com redação e escrita há mais de 10 anos. Ainda não saiu do armário como crítica de cinema mas já falou por 12 episódios sobre Fleabag para o spin off do FpE focado na série de Phoebe Waller-Bridge.

Agradecimentos

Amanda Menezes é mineira, formada em Design Gráfico com especialização em Marketing Digital. Gosta de uns filmes, ouve uns discos e compra livros pela capa. Tem um estúdio de design gráfico, o TupiGuaraná Estúdio Gráfico, onde realiza projetos on e offline. É a responsável pelas artes das capas dos nossos programas.

Compartilhe
Share