• Podcasts

    Feito por Elas #162 Especial Mulheres no Oscar 2022

    Nesse episódio conversamos sobre a 94ª edição do Oscar, o grande prêmio da indústria do cinema dos Estados Unidos, que aconteceu no dia 27 de março. Falamos sobre as mulheres indicadas, os filmes realizados por mulheres ou com mulheres e sobre a cerimônia como um todo. O programa é apresentado por Isabel Wittmann e Rosana Íris. Feito Por Elas #162 Especial Mulheres No Oscar 2022 Feed | Facebook | Twitter | Instagram | Letterboxd | Telegram Pesquisa, pauta e roteiro: Isabel Wittmann e Rosana Íris. Produção: Isabel Wittmann Edição: Domenica Mendes Arte da capa: Isabel Wittmann Vinheta: Felipe Ayres Locução da vinheta: Deborah Garcia (deh.gbf@gmail.com) Música de encerramento: Bad Ideas – Silent Film…

  • Podcasts

    Feito por Elas #161 Ataque dos Cães

    Neste podcast conversamos sobre Ataque dos Cães (Power of the Dog, 2021), filme mais recente da cineasta neozelandesa Jane Campion. Nessa adaptação da novela de mesmo nome escrita por Thomas Savage, dois irmãos rancheiros, Phil (Benedict Cumberbatch) e George (Jesse Plemons) conhecem Rose (Kirsten Dunst), uma viúva com quem o segundo se casa, mas que o primeiro hostiliza. O filho dela, Peter (Kodi Smit-McPhee) resolve proteger a mãe. O filme foi indicado a 12 Oscars: Melhor Trilha Sonora, Montagem, Fotografia, Som, Design de Produção, Atriz Coadjuvante (Kirsten Dunst), Ator Coadjuvante (Jesse Plemons), Ator Coadjuvante (Kodi Smit-McPhee), Ator (Benedict Cumberbatch), Roteiro Adaptado (Campion), Direção (Campion) e Filme. Conversamos sobre as masculinidades…

  • Notícias

    Prêmio Abraccine 2021 destaca trabalhos de mulheres

    Ao fim de mais um ano, associadas e associados da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) listaram e elegeram seus filmes favoritos para o Abraccine 2021. Dois aspectos se destacam nas listas votadas pela entidade: a forte presença de filmes que estrearam diretamente em streaming e forte presença de filmes dirigidos por mulheres, que foram apenas dois entre os nacionais, mas 5 entre os internacionais e os curtas metragens. Além disso, obras dirigidas por mulheres foram as premiadas em 2 das 3 categorias, pelo segundo ano consecutivo. O longa-metragem estrangeiro mais votado por integrantes da associação foi “Ataque dos Cães”, da cineasta neozelandesa Jane Campion. Uma cineasta também assina o…

  • Blogs,  Cinema,  Isabel Wittmann

    Melhores filmes de 2021

    Também conhecido como “os filmes que eu mais gostei”, portanto uma lista bastante pessoal. Eu não tenho hábito de, durante dezembro, fazer repescagem dos filmes lançados ao longo do ano. Esse ano não foi diferente. Eu vi menos lançamentos, o que resultou em uma lista de filmes antigos mais extensa. Foi, também, um ano muito cansativo: segundo ano de pandemia que ninguém aguenta mais, passei 6 meses estagiando na Itália, fui jurada no Kinoforum, participei da curadoria de uma mostra online e da produção de duas, ministrei 3 cursos, participei de vários debates e ainda produzi 27 episódios do podcast do Feito por Elas no meio disso. E, claro, trabalhando…

  • poster
    Blogs,  Cinema,  Isabel Wittmann

    30 melhores filmes vistos pela primeira vez em 2021

    Essa lista, que faço todos os anos, contém alguns dos filmes que eu mais gostei de conhecer esse ano e que não são lançamentos, nessa jornada contínua que é descobrir bons cinemas. Como sempre, para facilitar, diretoras e diretores com mais de um filme que que pudessem figurar entre meus preferidos, tiveram só um listado. A lista também pode ser conferida no letterboxd, onde também é possível ver minha nota. Filmes sobre os quais escrevi ou gravei podcast tem links no título e a ordem da disposição é cronológica, já que ranquear seria uma tarefa ingrata. Seguem os escolhidos. Um Homem com uma Câmera (Chelovek s kino-apparatom, 1929) Direção: Dziga Vertov Senhoritas…

  • Blogs,  Críticas,  Filmes,  Isabel Wittmann

    Ataque dos Cães

    Eu já escrevi sobre como Jane Campion trabalha a relação entre erotismo e morte, tão bem analisada por Bataille, no seu Em Carne Viva. Em Ataque dos Cães voltam a se entrelaçar a pulsão de morte que se mistura ao desejo. Como em O Piano, Rose é rodeada por um ambiente natural (e também social) hostil, em que precisa medir forças com um homem que acaba de conhecer. Dessa vez trata-se da figura bruta de Phil. Mas Rose não é Ada. É uma mulher frágil e mesmo seu piano não é uma ferramenta de expressão, mas mais um elemento de pressão que se soma a outros em torno de sua trajetória…

  • Filmes,  Indicações

    Noirvember 2022

    Prepare-se para a temporada de femmes fatales: passado o Spooktober, chegou a vez do #Noirvember. A criadora do desafio, a crítica de cinema Marya E. Gates, elaborou em seu Letterboxd duas listas que podem ajudar quem busca filmes para assistir. A primeira é de filmes noir escritos por mulheres, que inclui clássicos como Laura (1944), Alma em Suplício (Mildred Pierce, 1945), À Beira do Abismo (The Big Sleep, 1946), No Silêncio da Noite (In a Lonely Place, 1950) e muitos outros cuja autoria do roteiro às vezes pode até passar batida. A segunda é filmes noir e neonoir dirigidos por mulheres. Como no ápice do film noir haviam pouquíssimas diretoras trabalhando, a maioria dos filmes são do segundo grupo. É claro que aparece Ida Lupino, considerada a primeira cineasta a trabalhar no gênero [e sobre…

  • Blogs,  Cinema,  Isabel Wittmann

    #52FilmsByWomen Ano 6: a Conclusão

    Mais um ano se passou e completei o sexto do do desafio #52FilmsByWomen ou, 52 Filmes por Mulheres. Foi em 1º de outubro de 2015 que eu aderi a ele, exatamente na data de seu lançamento e antes do nascimento do Feito por Elas, que foi muito inspirado por ele. Criado pelo Women in Film, consiste em assistir a um filme dirigido por semana durante um ano, totalizando 52 no final. O próprio Feito por Elas Acaba facilitando o cumprimento da meta. No primeiro ano foram 72 longas assistidos, no segundo foram 91, no terceiro foram 147, no quarto foram 130, no quinto 93. Esse ano, com meu doutorado sanduíche…

  • Filmes,  Indicações

    Supo Mungam Plus

    A Supo Mungam Plus, plataforma de streaming da distribuidora de mesmo nome, destaca no mês de março filmes realizados por mulheres. Além de um especial com quatro filmes dirigidos por Vera Chytilová  (todos mencionados em nosso programa sobre ela), há ainda versões restauradas de filmes como Olivia (1951), de Jacqueline Audry, Refrigerante de Menta (1977), de Diane Kurys e O Piano (1993), de Jane Campion. Para conferir a programação completa para o mês, acesse aqui. 

  • Notícias

    10 filmes dirigidos por mulheres estreiam na Supo Mungam Plus em março

    A plataforma de streaming Supo Mungam vai incorporar ao seu catálogo, durante o mês de março, 12 filmes, sendo 10 dirigidos por mulheres. Entre os destaques, está o longa italiano, inédito no Brasil, Mãe + Mãe, de Karole Di Tommaso. Selecionado para o Festival de Roma e baseado na história real da diretora, Mãe + Mãe, mostra a trajetória de duas mulheres que se amam e sonham em ter uma criança e formar uma família juntas. Elas logo percebem que não será tão simples quanto esperavam e, à medida que o entusiasmo diminui, o amor delas é desafiado. Além dele, a versão restaurada de O Piano, o premiado filme de…