• Blogs,  Críticas,  Stephania Amaral

    INDIANARA

    Indianara (2019), de Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa, longa candidato à Palma Queer ano passado em Cannes e que hoje estreia por aqui, é um registro audiovisual poderoso e importante de momentos históricos atuais do Brasil e da luta de pessoas trans pela liberdade de existir e de ocupar espaços. Sem intermédio de legendas ou […] https://stephaniaamaral.wordpress.com/2020/06/25/indianara/...

  • Blogs,  Críticas,  Kel Gomes

    A Wendy também voa

    Lançado direto em streaming no Brasil, o segundo longa de Benh Zeitlin (“Indomável Sonhadora”) é capaz de nos fazer atravessar as janelas e navegar outros mares por meio do olhar, do sentir e do criar. Kel GomesUm hiperlink constante: cinema, moda e jornalismo

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    Sense8

    Esse texto foi originalmente escrito para a revista LumeScope em 04/06/2018 No dia 24 de junho último, foi ao ar na plataforma de streaming Netflix o episódio final do seriado Sense8, criado por Lana e Lilly Wachowski. Dirigido por Lana Wachowski, ele tratou de arrematar algumas pontas que haviam ficado ...

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    Meio Irmão: o cinema, a política e a poética

    Essa crítica foi publicada originalmente no dia 11 de novembro de 2018 no Dossiê do Juri Abraccine da 42ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, do qual fiz parte. Entre cada sessão, os encontros fugazes acompanhados de breves palavras pesarosas que escapam pelos lábios. Na convergência de pessoas, olhares se cruzam e comentários misturam […] ...

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa

    diamonds are a girls best friend A letra da canção interpretada por Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell) na casa noturna onde trabalha contextualiza: “This is a man’s world”. É um mundo de homens, em que o parceiro de Renee Montoya (Rosie Perez) na polícia levou o crédito pelos seus feitos, em que a Caçadora (Mary Elizabeth […] ...

  • Blogs,  Críticas,  Stephania Amaral

    ARLEQUINA

    Depois do fracasso de Esquadrão Suicida, nada mais justo que um filme do Coringa sem Arlequina… e um filme da Arlequina sem Coringa. Mesmo submissa (servidão justificada pela etimologia do nome) eu já a adorava em todas as cenas do infame filme de herói – gênero despreferido – já citado. Agora dona de uma película […] https://stephaniaamaral.wordpress.com/2020/02/05/arlequina/...

  • Blogs,  Críticas,  Stephania Amaral

    AÇÚCAR

    Bethania (Maeve Jinkings) surge num barco escrito “sou feliz”, evidente contraste com sua imagem claramente melancólica. Com seus cabelos loiros alisados, recusa ajuda. Abre janelas, desfaz malas, limpa minúcias e não consegue segurar uma exclamação admirada de “linda!” ao se deparar com uma boneca de porcelana branca.  Sua família é dona das terras, fato do […] https://stephaniaamaral.wordpress.com/2020/01/30/acucar/...