• Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Mosquito

    Esta crítica faz parte da cobertura da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 22 de outubro e 4 de novembro em formato online. A Europa está sob os holofotes durante a 1ª Guerra Mundial , mas na África, embora o conflito seja menos discutido (inclusive em obras cinematográficas), ele também se desenrola. O soldado Zacarias (João Nunes Monteiro), português de apenas 17 anos, desembarca em Moçambique para, junto com seus colegas, tentar evitar que as tropas alemãs ocupem e se apropriem daquele território. Só quem pode apropriá-lo é Portugal. Com roteiro de Fernanda Polacow e Gonçalo Waddington, Mosquito, dirigido por João Nuno Pinto, propõe uma…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Miss Marx

    Esta crítica faz parte da cobertura da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 22 de outubro e 4 de novembro em formato online. Quando se fala da prole do filósofo Karl Marx, pouco se comenta para além do aspecto trágico de suas histórias. Sem fugir dessa faceta, a cineasta italiana Susanna Nicchiarelli, no entanto, busca em Eleanor (Tussy) Marx (Romola Garai) uma protagonista marcada por várias lutas. O filme começa em 1883, no enterro de seu pai e se estende até 1898, com a sua própria morte. A trama começa nos apresentando a sua vida afetiva. A relação próxima com o pai é mostrada por…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Al-Shafaq- Quando o Céu se Divide

    Esta crítica faz parte da cobertura da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 22 de outubro e 4 de novembro em formato online. “Chega um momento em que nada é significativo, exceto se render ao amor” (Rumi) Uma discussão que tem aflorado muito nos últimos tempos é sobre os jovens que não enxergam seu lugar na sociedade e por isso se radicalizam, de diversas maneiras, conforme crescem. A proposta da roteirista e diretora turca Esen Isik em Al-Shafaq- Quando o Céu se Divide (Al-Shafaq – When Heaven Divides, 2019) é abordar esse tema, retratando uma família muçulmana diaspórica, que saiu da Turquia para viver na…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Kubrick por Kubrick

    Esta crítica faz parte da cobertura da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 22 de outubro e 4 de novembro em formato online. Stanley Kubrick tem filmes que permeiam cinco décadas e, mesmo sendo tão poucos, vários deles integram o panteão de grande obras do cinema. É lógico que a figura do cineasta desperta a curiosidade do público cinéfilo. O documentário Kubrick por Kubrick (Kubrick By Kubrick, 2020), escrito e dirigido por Grégory Monro, tem por objetivo trazer a visão do próprio autor sobre si mesmo e sua obra. O diretor afirma que prefere não dar entrevistas porque não gosta de falar de seus filmes,…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Mamãe, Mamãe, Mamãe

    Esse é primeiro longa escrito e dirigido pela cineasta Sol Berruezo Pichon-Riviére e, para o bem e para o mal, transparece. Em Mamãe, Mamãe, Mamãe (Mamá, Mamá, Mamá, 2020) há a vontade de abarcar um mundo de sentimentos e a incerteza sobre como fazê-lo. Mas isso não impede que a obra seja prazerosa. O filme, ganhador de uma Menção Especial do Júri da seção Generation Kplus no Festival de Berlim, começa com uma citação infantil, em um flashback, às águas vivas e medusas, esses seres aquáticos de quinhentos mil anos atrás, que são a pista inicial dos acontecimentos. Cleo é uma adolescente cuja irmã morreu afogada na piscina de casa…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Welcome to Chechnya

    Não há dúvidas de que o documentário Welcome to Chechnya (2020), dirigido por David France, com roteiro dele e de Tyler H. Walk, aborda um tema de extrema importância e traz denúncias de violações de direitos humanos que precisam ser ouvidas. As consequências são a grande visibilidade do filme e as premiações, como o Prêmio de Cinema da Anistia Internacional, o Prêmio Teddy de Ativismo e o Prêmio da Audiência Panorama no último Festival de Berlim, além do prêmio de Melhor Montagem de Documentário no Festival de Sundance. O filme trata do chamado Expurgo contra LGBTIs que vem acontecendo na Chechênia desde 2017. A república russa se destaca dentro do…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] 17 Quadras

    Dirigido por Davy Rothbart, com roteiro de Jennifer Tiexiera, 17 Quadras (17 Blocks, 2019) é um documentário que acompanha a vida de uma mesma família por vinte anos, começando em 1999 e fazendo uso de mais de mil horas de gravação. Os Sanford moram em Washington, nos Estados Unidos, a dezessete quadras de distância do Capitólio, ou seja, tão próximos dos espaços de poder, e ainda assim tão pouco acolhidos. Cheryl Sanford é uma mulher que veio da classe média, estudou em escola particular e agora, mãe solo de três filhos, vê suas condições financeiras se deteriorarem. No começo do filme Akil “Smurf” tem 15 anos, Denice tem 11 e…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] O Problema de Nascer

    Elli (Lena Watson) é uma criança como outra qualquer, que anda pela floresta e sente o cheiro do mato e o chão molhado, no verão que começa. É também a responsável pela narração em off, que externa suas sensações. Ela pega um gafanhoto e o sente pular em sua mão e fugir. Está quente e ela e seu pai ficaram o dia todo fora de casa e a noite toda acordados e nadaram até enrugar. Elli é uma androide. O Problema de Nascer (The Trouble With Being Born, 2020), dirigido por Sandra Wollner, que também o roteiriza com Roderick Warich, lida com temas recorrentes da ficção científica em torno de…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Cozinhar F*der Matar

    O inusitado Cozinhar F*der Matar (Cook F**K Kill, 2019) começa com um coro de teatro grego composto apenas por mulheres, que conta, em uma espécie jogral, uma história sobre violência. Com isso o filme já escancara sua estrutura de tragédia (não sem uma dose de humor ácido), marcando a inevitabilidade da morte que recairá sobre o suposto herói. Com roteiro e direção de Mira Fornay, ele retrata o o motorista Jaroslav (Jaroslav Plesl) e relação com sua família. Jaroslav vive uma espécie de dia da marmota, em que tenta, uma vez atrás da outra, alterar as dinâmicas familiares, incluindo as que ele cria. Ele não pode ver seus filhos, que…

  • Blogs,  Críticas,  Isabel Wittmann

    [44ª Mostra de São Paulo] Mães de Verdade

    Depois dos irregulares Esplendor (Hikari, 2017) e Vision (2018), a premiada cineasta japonesa Naomi Kawase retoma um cinema tocante e poético com Mães de Verdade (Asa ga Kuru, 2020). O filme é baseado no romance de 2015 de Mizuki Tsujimura e a linguagem acessível, que já aparecia no doce Sabor da Vida (An, 2015), é utilizada em uma narrativa que reflete sobre a maternidade e suas muitas faces. Logo na sequência de abertura temos pistas sobre o que está por vir, quando, acompanhado de uma suave música de piano, ouvimos o choro de um bebê nascendo. A história nos apresenta a Satako Kurihara (Hiromi Nagasaku), a dedicada mãe de um…