Cinema

  • Cinema,  Filmes

    Ghostbusters: Apocalipse de Gelo

    Em um novo capítulo de velhas histórias, Ghostbusters: Apocalipse de Gelo traz os Caça-Fantasmas com uma nova formação, enfrentando um velho desafio, mas não consegue capturar totalmente a magia dos filmes originais. Em um enredo que mistura humor, terror e ficção científica, a produção tenta manter o espírito da franquia, mas acaba deixando a desejar em alguns aspectos ao mesmo tempo que surpreende em outros. A franquia sobrenatural celebra, em 2024, 40 anos. Entretanto, apesar da nostalgia que envolve os filmes anteriores, essaedição parece não se mover em relação aos filmes anteriores. Ao mesmo tempo que o filme surpreende de maneira possitiva com suas escolhas de arte (cenografia, CGI, design…

  • MANU SONHA COM ONCAS - Mostra Nacional
    Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Um dia, uma viagem cinematográfica por mundos encantados

    Posso comparar um dia no Festival Lanterna Mágica com uma jornada através de portais mágicos. Cada encontro, conversa, sessão… cada produção é um portal para um mundo novo e surpreendente. Na mostra competitiva deste ano, uma seleção eclética de obras me cativou e encantou, pois o trabalho da curadoria e programação ofereceu uma gama de perspectivas e experiências cinematográficas. Os filmes exibidos na programação do dia 22 de março foram: A sessão teve início com Quintal, dirigida por Mariana Netto, uma ode à natureza e à urbanidade. O filme nos transporta para um universo animado no qual o verde dos parques contrasta com a cinzenta paisagem urbana. Em um dia…

  • O CACTO DE RICARDO KUMP
    Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Visões e Metamorfoses: Um Dia no Festival Lanterna Mágica

    O segundo dia de cobertura do Festival Lanterna Mágica revelou-se uma jornada cinematográfica. Os curtas exibidos na Competitiva Nacional se destacaram pela riqueza em diversidade narrativa e técnica. entre os filmes exibidos tivemos muitas produções realizadas durante o período da pandemia de COVID-19, curtas universitários, realizados como projetos de conclusão de curso, bem como filmes que inicialmente foram pensados para ser no formato live-action. Como consequência dessa gama de possibilidades, a sessão do segundo dia de festival ofereceu ao público uma experiência imersiva e reflexiva através dos filmes exibidos e de suas inúmeras técnicas. Os filmes exibidos na programação do dia 20 de março foram: A sessão teve início com…

  • Bizarros Peixes das fossas sessão de abertura destacada
    Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Bizarros Peixes das Fossas Abissais: Uma Viagem Surrealista pela Imaginação de Marão

    Abusando de toda a liberdade que o formato animação permite, Marão, em sua estreia dirigindo um longa metragem, aborda em Bizarros Peixes das Fossas Abissais a jornada surrealista de uma mulher em busca de uma planta com propriedades de cura. O mundo explorado na produção nos leva por infinitas possibilidades, nas quais a imaginação não conhece limites, de tal forma que Douglas Adams ficaria orgulhoso da evolução de seu Gerador de Improbabilidade Infinita. Um universo único e peculiar Desde o primeiro momento, somos apresentados a personagens excêntricos em situações absurdas. Em primeiro lugar a protagonista, uma mulher (dublada por Natália Lage) com superpoderes incomuns, inicia uma busca por pedaços de…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Imagem é muito

    Texto publicado originalmente na newsletter para assinantes do financiamento coletivo do Feito por Elas. Para contribuir, assine aqui. (pensei em colocar como título desse texto “imagem é tudo”, em referência àquele comercial de refrigerante na década de 1990 que dizia “imagem não é nada”. Mas apesar da brincadeira, me peguei pensando que talvez imagem não seja tudo. Mas que é muito, é). Esses dias o diretor Denis Villeneuve, cujo novo Duna está nos cinemas, falou o seguinte em uma entrevista: “Francamente, odeio diálogo. O diálogo é para o teatro e para a televisão. Não me lembro de filmes por causa de uma fala boa, lembro-me de filmes por causa de uma…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Zona de Interesse e os reality shows

    “A gente fica aqui dentro preso que nem bicho”. Essa frase foi proferida pelo músico paulista Supla em 2001, no reality show Casa dos Artistas, do SBT. O programa era uma cópia fiel do Big Brother, da franquia holandesa Endemol, o qual foi levado ao ar pela Rede Globo logo depois. Foi assim: a emissora de Sílvio Santos improvisou um outro programa alheio à Endemol para se antecipar e se beneficiar do ar de novidade de que os realities usufruíam no alvorecer do século 21. O que a frase de Supla tem a ver com o filme Zona de Interesse, de Jonathan Glazer? Tudo a ver, com o perdão do…

  • lanterna magica
    Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Descubra o Mundo Mágico da Animação: Lanterna Mágica Festival 2024

    Nesta semana estou me aventurando pelo mundo das animações, pois Pela primeira vez acompanharei presencialmente, durante seis dias repletos de magia e criatividade, o Festival Internacional de Animação Lanterna Mágica, em Goiânia – GO. Por ser uma pessoa criativa e que desde muito nova se interessou por desenho e pintura, o cinema de animação foi e é algo que sempre me atraiu e atrairá. O evento acontecerá entre os dias 19 e 24 de março no CineX, localizado no Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON). Este ano, o festival celebra sua 6ª edição com uma programação ampliada e repleta de atrações imperdíveis, promovendo um verdadeiro encontro de apaixonados pela animação de…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Pobres Criaturas, sexualidade e autonomia

    Texto publicado originalmente na newsletter para assinantes do financiamento coletivo do Feito por Elas. Para contribuir, assine aqui. Um aspecto que me incomoda nessa discussão é o uso equivocado do conceito de olhar de masculino. Sexo e nudez de uma mulher em um filme dirigido por homem não significa necessariamente que seja um olhar masculino: o termo cunhado por Laura Mulvey se refere a um conjunto específico de práticas de poder por meio da imagem e, sinceramente, tem sido usado de forma banalizada e pouco embasada. A noção não deve ser essencializada: existe homem filmando sem olhar masculino; existe mulher filmando com olhar masculino. O que deveria ser claro é que a política…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    Laura (1944)

    Os muitos planos de Laura que colocam sua pintura ao fundo, sempre enquadrada e estática enquanto outros personagens se movem pela sala, revelam a própria essência do filme de Otto Preminger, a idealização pela imagem das mulheres no cinema. Por grande parte da duração do longa, a pergunta que se levanta ao espectador e a todos os envolvidos na trama é “quem matou Laura?”, já que partimos praticamente do mesmo ponto de vista do detetive (Dana Andrews), não assistimos ao crime, porém também é privado de nós qualquer contato com esse assassinato, o que por sí só já se torna uma distração. É certo que Laura Hunt (Gene Tierney) está…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes,  Livros

    Os 39 degraus

    Texto publicado originalmente na newsletter para assinantes do financiamento coletivo do Feito por Elas. Para contribuir, assine aqui. Esses dias a newsletter da Aline Valek veio com o título O tempo andou mexendo com a gente. Ela escreveu uma série de reflexões sobre as diferenças entre gerações, agora tão na moda de serem apontadas que cada uma ganha até mesmo um nome diferente. E também sobre a passagem do tempo e envelhecer. Sua carta veio em boa hora, encaixou direitinho com coisas que tenho pensando. Uma das que ela comenta é como, de fato, cada geração está sempre condenando a anterior. Ela traz uma citação que comenta a decepção com os jovens: “Os jovens indomáveis…