• Indicações,  Livros

    Alerta Selvagem, de Susy Freitas

    Finalmente comprei meu exemplar do Alerta Selvagem (Editora Patuá), livro de poesia da jornalista, professora, Elvira (e amiga!) amazonense Susy Freitas. Os poemas começam intimistas, no “quarto em que dorme o inesperado” (‘o amigo’), o convite para beber (‘aprendizagem’/’beba’), ao que passam para alteridade dos “territórios percorridos nos sonhos dos outros” (‘aberta’). A carreira como crítica da autora é referenciada (‘cinema’ e ‘mise en abyme’), ela comenta sobre o vazio existencial virtual (‘a entertainer definitiva’), “ninguém nunca vai saber que horas você foi dormir” (‘pobre menina’), e o livro termina com seu caráter político acentuado, da crítica social ao pedigree gourmetizado (‘condomínio’) até a folia final “nas noites ébrias…incerteza nos corpos”…

  • Podcasts

    Feito por Elas #112 Rafiki

    Esse programa pega carona no clima de Dia dos Namorados, mas é também de celebração do Orgulho LGBTI, que se comemora no dia 28 de junho. Conversamos sobre o filme queniano Rafiki (2018), que foi selecionado pra mostra Um Certo Olhar e indicado à Palma Queer no Festival de Cannes e é baseado em um conto de Monica Arac de Nyeko, estrelado por Sheila Munyiva e Samantha Mugatsia, dirigido por Wanuri Kahiu, que também o roteirizou com Jenna Cato Bass. Ele trata de duas adolescentes, filhas de adversários políticos, que se apaixonam e foi banido no Quênia, país em que o relacionamento entre pessoas do mesmo gênero é criminalizado. O…

  • Notícias

    10 mulheres protagonistas em filmes brasileiros contemporâneos

    A história do cinema nacional é uma história de lutas. Enfrentando escassez de recursos, financiamentos e incentivos, passando por censuras e outros tipos de dificuldades, um filme brasileiro quando ganha as telas se torna parte de um patrimônio cultural em risco. Isso reflete em como nossa produção cinematográfica é marcada por ciclos, momentos de altos e baixos.   No dia 19 de junho é comemorado o Dia do Cinema Brasileiro. Esta data foi escolhida em referência a ocasião em que, segundo historiadores, o ítalo-brasileiro Afonso Segreto se tornaria o primeiro diretor e cinegrafista do país. Em 19 de junho de 1898, ele fez as primeiras imagens em movimento do Brasil, registrando…

  • Podcasts

    Feito por Elas #111 Julia Roberts

    No nosso 4º especial do Dia dos Namorados conversamos sobre a atriz Julia Roberts, focando no filme Uma Linda Mulher (Pretty Woman, 1990), que a alçou ao estrelato e abriu caminho para que se tornasse a rainha da comédias românticas na década de 1990. O programa é apresentado por Isabel Wittmann, Stephania Amaral e Kel Gomes. Oferecimento: Telecine: acesse para testar Feedback: contato@feitoporelas.com.br Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd|Telegram Pesquisa, pauta e roteiro: Isabel Wittmann, Stephania Amaral, Camila Vieira e Kel Gomes. Produção e edição: Isabel Wittmann Arte da capa: Amanda Menezes Vinheta: Felipe Ayres Locução da vinheta: Deborah Garcia (deh.gbf@gmail.com) Música de encerramento: Bad Ideas – Silent Film Dark de Kevin MacLeod está licenciada sob uma licença Creative Commons, Attribution,…

  • Recados

    Prêmio do mês de Junho

    O prêmio desse mês é um filme dirigido por uma aniversariante recente: o DVD de À Beira Mar (By The Sea, 2015), da Angelina Jolie, que completou 45 anos no último dia 4. O sorteio será realizado na segunda-feira dia 15 e para participar, como sempre, basta ser uma madrinha ou um padrinho que contribui com 10 reais ou mais ou 3 dólares ou mais com nosso projeto e estar com o pagamento em dia na data. Seguem os links para colaborar com a gente pelo Padrim ou pelo Patreon. Ainda dá tempo!

  • Discos,  Indicações

    Flaira Ferro Virada na Jiraya

    As letras (que cutucam feridas certeiras) e as variações da voz de Flaira Ferro fazem ‘Virada na Jiraya‘ (2019) um disco extremamente autêntico. A cantora recifense homenageia suas antepassadas em ‘Faminta’, faz um coro feminino necessário com Sofia Freire, Ylana e Isaar em ‘Germinar’ (“dentro de nós acumulamos pesos cruéis”), entre violinos e batucadas condizentes com o poder da faixa. Apesar da insistência em melodias alegres, pois “uma cidade triste é fácil ser manipulada”, ela valoriza culturas e o que mais precisamos nesse momento, ‘Estudantes’ (“mesmo que o destino reserve um presidente adoecido e sem amor”). ‘Revólver’ (“no contra ataque da guerra: arte!”) lembra que “o frevo é o nosso…

  • Imagem da protagonista do seriado My So Called Life olhando para a câmera, ao lado do nome da série e do número #110
    Podcasts

    Feito por Elas #110 My So Called Life

    Esse programa é sobre a série estadunidense My So-Called Life, criada pela roteirista Winnie Holzman, protagonizada por Claire Danes e que estreou em 1994. Conversamos sobre a trajetória das personagens, o pioneirismo na representação e o impacto afetivo e nostálgico da série na nossa equipe.O programa é apresentado por Isabel Wittmann, Stephania Amaral, Camila Vieira e Kel Gomes. Oferecimento: Telecine: acesse para testar Feedback: contato@feitoporelas.com.br Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd|Telegram Pesquisa, pauta e roteiro: Isabel Wittmann, Stephania Amaral, Camila Vieira e Kel Gomes. Produção e edição: Isabel Wittmann Arte da capa: Amanda Menezes Vinheta: Felipe Ayres Locução da vinheta: Deborah Garcia (deh.gbf@gmail.com) Música de encerramento: Bad Ideas – Silent Film Dark de Kevin MacLeod está licenciada sob uma licença Creative…