• Podcasts

    Feito por Elas #79 Haifaa al-Mansour

    O programa de hoje é sobre a cineasta saudita Haifaa al-Mansour e seus filmes O Sonho de Wadjda (Wadjda, 2012), Mary Shelley (2017) e Felicidade por um Fio (Nappily Ever After, 2018). O programa é apresentado por Isabel Wittmann do Estante da Sala, Kel Gomes do Cinematório, com participação da crítica de cinema Yasmine Evaristo, do Entrando Numa Fria, Plano Aberto e Clube da Poltrona. Oferecimento: Telecine: acesse para testar Feedback: contato@feitoporelas.com.br Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd|Telegram Edição: Felipe Ayres e Isabel Wittmann Pesquisa e pauta: Isabel Wittmann Arte da capa: Amanda Menezes Vinheta: Felipe Ayres Locução: Deborah Garcia (deh.gbf@gmail.com) Assine nosso Padrim Assine nosso Patreon Mencionados: [FILME] Filhos do Paraíso (Bacheha-Ye aseman, 1997), de Majid Amidi [FILME] Tempos de Espera (La…

  • Stephania Amaral

    Era uma vez em Hollywood

    Tarantino sempre passa do ponto em algum momento. Mas apesar de todas as questões, da falta de falas pra fascinante Sharon Tate, continua valendo a pena. Fui pro cinema apenas com uma sinopse (muito mal escrita) e os teasers engraçadinhos que não pude evitar no insta. Margot estava felizinha demais, todo mundo numa vibe muito […] https://stephaniaamaral.wordpress.com/2019/08/15/era-uma-vez-em-hollywood/...

  • Sem categoria

    Tomboy, de Céline Sciamma, volta ao cinema

    O filme Tomboy, vencedor do prêmio Teddy de cinema LGBT no Festival de Berlim e dirigido pela cineasta francesa Céline Sciamma, volta ao cinema em breve. A oportunidade é para quem está na cidade de São Paulo, em uma programação especial que ocorrerá entre 12 a 18 de setembro no Petra Belas Artes. O motivo é o aniversário de 30 anos da Pandora Filmes, que, para a ocasião, irá relançar 13 longas que foram lançados no Brasil originalmente pela própria distribuidora, em película, além de 2 filmes inéditos. Algumas sessões serão seguidas de debates, realizados em parceria com a #Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema. Os ingressos da…

  • Recados

    Prêmio do mês de Agosto

    Conforme anunciamos no mês abril, a partir de agora, madrinhas e padrinhos que contribuírem com 10 reais ou mais ou 3 dólares ou mais com nosso projeto, além de receberem nossa newsletter quinzenal, terão uma nova contrapartida: todo mês, vamos sortear alguma surpresa para vocês! O nosso próximo programa será sobre a cineasta saudita Haifaa al-Mansour, então sortearemos seu filme O Sonho de Wadjda, que foi o primeiro longa a ser rodado na Arábia Saudita e será debatido no programa. O sorteio será realizado na quinta-feira dia 15. Para concorrer basta ser alguém que doa conforme os valores citados acima e estar com o pagamento em dia na data. Seguem os…

  • Blogs,  Estante da Sala

    Rafiki (2018)

    Romeu e Julieta: duas pessoas jovens de famílias com rivalidades políticas se apaixonam e querem ficar juntas. Essa é a premissa de Rafiki, filme queniano dirigido por Wanuri Kahiu. As protagonistas são Kena (Samantha Mugatsia) e Ziki (Sheila Munyiva), ambas filhas de dois homens candidatos nas eleições locais e moradoras do mesmo conjunto habitacional. Ziki […] ...

  • Podcasts

    Drops FpE #24 No Coração do Mundo

    No drops de hoje entrevistamos a atriz, dramaturga e diretora Grace Passô, que estrela, com Kelly Crifer e Leo Pyrata, o longa No Coração do Mundo. Além disso, conversamos sobre o filme, que chegou aos cinemas no dia 01/08. O programa é apresentado por Isabel Wittmann do Estante da Sala e Stephania Amaral do Cinematório e Instagram Discos da Stê. Feedback: contato@feitoporelas.com.br Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd|Telegram Edição: Felipe Ayres e Isabel Wittmann Pesquisa e pauta: Isabel Wittmann Arte da capa: Isabel Wittmann Vinheta: Felipe Ayres Locução: Deborah Garcia (deh.gbf@gmail.com) Assine nosso Padrim Assine nosso Patreon Mencionados: [FILME] A Cidade Onde Envelheço (2016), de Marília Rocha [FILME] Praça Paris (2017), de Lúcia Murat [FILME] Temporada (2018), de André Novaes Conexões: [PODCAST] Feito por Elas #56…

  • Discos,  Indicações

    Zimbru – “Divination”

    Minha recomendação da vez é uma “descoberta da semana” no Spotify, cujo algorítimo tantas vezes lê minha alma (e recorda da minha obsessão por cantoras). Senti uma conexão imediata pela música “Divination”, da banda romena Zimbru (custei a achar as letras!) Logo descobri o clipe surreal, dirigido pela Irina Alexiu: a protagonista tem um corpo bem realista, digamos, e usa camiseta do Hole! Eu já estava apegada aos “atores”, sentimento tão familiar de amigos imaginários ou guias espirituais que ajudam a atravessar a solitude do dia… quando assisto a “Dog Heaven” (ao vivo) e descubro que os quatro são ninguém menos do que os integrantes do grupo! (Teodora Retegan, Oana Pop, Andrei…

  • Indicações,  Seriados

    Fleabag

    Acho que sou desligada, porque até poucas semanas atrás eu nunca tinha ouvido falar de Phoebe Waller-Bridge ou de Fleabag. A descoberta veio do grupo de Telegram do Feito por Elas, em que encontrei um verdadeiro séquito de adoradores da atriz e roteirista e desde então vejo ela em toda parte, seja na referida série, seja em Killing Eve ou Bond 25 (ambos escritos por ela). Rendi-me e juntei-me ao coro dos fãs: é muito talento! Fleabag, disponível na Amazon Prime Video, conta a história de uma mulher de mesmo apelido que tenta não levar à falência o seu café, sempre vazio, lidar com o namorado (ou ex) grudento, a irmã com a vida aparentemente perfeita, o pai viúvo e ainda a sua…

  • Discos,  Indicações

    Ressignificar o climão na pista

    Letícia Novaes lançou uma versão remix do primeiro e icônico álbum de sua alter ego atual. Se Letrux em noite de climão me tirou de uma bad, as faixas revisitadas de Letrux em noite de pistinha consolidam pra mim novas perspectivas. Dado o impacto inicial de “Vai render” versão funk (!), uma narração bônus abre “Ninguém perguntou por você”, letra agora fora de ordem, carnavalizada. “Coisa banho de mar” e “Que estrago” poderiam ter os jogos de palavras e a melodia um pouco subvertidos, ainda assim é impossível estragar as faixas. “Puro disfarce” tem agora contornos mais profundos, lugar onde “a fossa dança e o gozo dói”. “Amoruim”, aquela que me fazia…