Notícias

Confira os filmes dirigidos por mulheres para ver no Olhar de Cinema

O 9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba começa amanhã, dia 7 de outubro. A cerimônia de abertura vai acontecer às 19h do dia 7 de outubro e será transmitida pelo canal do youtube do Festival.

Para Onde Voam as Feiticeiras, de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral, é o filme de abertura. O longa une encenações e improvisos de sete artistas de rua de São Paulo, expondo a permanência de antigos preconceitos de classe, gênero e raça. É a estreia do documentário, que foi selecionado para o Cinelatino Rencontres de Toulouse, mas não chegou a ser exibido em virtude da pandemia de COVID-19.

Outro destaque da programação é o seminário O Silêncio Acabou #MeTooBrasil, uma iniciativa do MAP- Mulheres do Audiovisual Paraná, que acontece dia 14 de outubro, às 16h.

Ao longo do festival serão exibidos 25 filmes dirigidos por mulheres, sendo 11 longas e 14 curtas. Confira a lista para se programar. Para mais informações sobre sessões, sinopse e outros detalhes, clique nos links:

BRASIL – Longas-metragens

Abertura

Para Onde Voam as Feiticeiras (Brasil, 2020, 89 min.), de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral.

Encerramento

Antena da Raça (Brasil, 2020, 71 min.), de Paloma Rocha e Luís Abramo

Competitiva

Luz nos Trópicos (Brasil, 2020, 260 min.) de Paula Gaitan

Novos Olhares

Agora (Brasil, 2020, 70 min.), de Dea Ferraz


INTERNACIONAL -Longas-metragens

Competitiva

A Metamorfose dos Pássaros (Portugal, 2020, 101 min.), de Catarina Vasconcelos

Victoria (Bélgica, 2020, 72 min.) de Sofie Benoot, Liesbeth De Ceulaer e Isabelle Tollenaere

Novos Olhares

O que resta / Revisitado (Was bleibt I Šta ostaje I What remains / Re-visited, Alemanha/Áustria/Bósnia e Herzegovina, 2020, 70 min.), de Clarissa Thieme

Outros Olhares

Quem Tem Medo de Ideologia? (Who Is Afraid of Ideology?, Líbano, Siria, Curdistão iraquiano, 57 min.), de Marwa Arsanios;

Trouble (Estados Unidos, Reino Unido, 82 min.), de Mariah Garnett;

Visão Noturna (Visión nocturna, Chile, 80 min.), de Carolina Moscoso Briceño

Olhares Brasil

Fakir (Brasil, 2019, 92 min.), de Helena Ignez


Curtas-metragens

Competitiva

Panteras (Panteres, 2020, Espanha, 22 min.) de Erika Sanchez

O Silêncio do Rio (El Silencio del rio, 2020, Peru, 14 min.) de Francesca Canepa

Algo-Rhythm (Austria, Senegal, Reino Unido, 2019, 14 min.) de Manu Luksch

Outros Olhares

Rafameia (Brasil, 24 min.) de Mariah Teixeira, Nanda Felix;

Playback. Ensaio de uma Despedida (Playback. Ensayo de una despedida, Argentina, 14 min.) de Agustina Comedi;

Sonho Californiano (Soben California, Cambodja, 16 min.) de Sreylin Meas;

Garotas Crescem Desenhando Cavalo (Girls grow up drawing horses, EUA, 7 min.) de Joanie Wind;

Olhares Brasil

Enraizadas (Brasil, 2019, 14 min.), de Juliana Nascimento e Gabriele Roza
Mãtãnãg, a Encantada (Brasil, 2019, 14 min.), de Shawari Maxacali e Charles Bicalho

Minha História É Outra (Brasil, 2019, 22 min.), de Mariana Campos

Mirada Paranaense

Aonde Vão os Pés (Brasil, 2020, 14 min.), de Débora Zanatta

Cor de Pele (Brasil, 2019, 3 min.), de Larissa Barbosa

Meia Lua Falciforme (Brasil, 2019, 22 min.), de Dê Kelm e Débora Evellyn Olimpio
A Mulher que Sou (Brasil, 2019, 15 min.), de Nathália Tereza

Seremos Ouvidas (Brasil, 2020, 13 min.), de Larissa Nepomuceno


O 9º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba acontece em formato online entre 7 e 15 de outubro. As sessões são sujeitas a lotação e os filmes poderão ser vistos apenas dentro do seu dia de exibição, das 6h da manhã até às 5h59 do dia seguinte e apenas dentro do território brasileiro. Cada sessão custa R$5,00 e a programação completa dos filmes está disponível no site do Festival.

Compartilhe
Share

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *