• Podcasts

    Feito por Elas #202 O Futuro

    Nesse podcast conversamos sobre o filme O Futuro (The Future, 2011), escrito, dirigido e protagonizado pela cineasta Miranda July. Comentamos sobre a estética peculiar, a influência musical e as reflexões sobre envelhecimento e maternidade, nesse e em outros trabalhos da diretora. O programa é apresentado por Stephania Amaral e Rosana Íris. Feito por Elas · Feito por Elas #202 O Futuro Feed | Facebook | Twitter | Instagram | Letterboxd | Telegram Pesquisa, pauta, roteiro e apresentação: Stephania Amaral e Rosana Íris. Produção do programa e arte da capa: Isabel Wittmann Edição: Domenica Mendes Vinheta: Felipe Ayres Locução da vinheta: Deborah Garcia (deh.gbf@gmail.com) Música de encerramento: Bad Ideas – Silent Film Dark de Kevin…

  • Podcasts

    Feito por Elas #201 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

    Este podcast faz parte da cobertura da 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 19 de outubro e 1 de novembro. Entre os dias 19 de outubro e 1 de novembro aconteceu a 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Nesse podcast comentamos alguns dos nossos filmes preferidos, bem como os premiados, focando na presença de mulheres, na frente e atrás das câmeras. O programa é apresentado por Isabel Wittmann e Rosana Íris, com participação de Barbara Demerov da Veja São Paulo, Raíssa Ferreira, da Revista Singular, Maria Caú, do Críticos.com.br e Cecília Barroso do Cenas de Cinema. Feed | Facebook | Twitter | Instagram | Letterboxd…

  • Entrevistas

    Conversa com Sofia Coppola e Cailee Spaeny sobre Priscilla

    Eu ainda lembro quando assisti a As Virgens Suicidas (The Virgin Suicides, 1999) pela primeira vez. Eu tinha 15 anos, assim como Bonnie Lisbon, uma das personagens principais. Em certo momento da história, um médico fala para Cecília, a irmã de 13 anos, que ela não é velha o bastante para saber o quão ruim a vida fica e ela responde “obviamente, doutor, você nunca foi uma menina de 13 anos”. Nunca tinha visto o senso de solidão, isolamento e tristeza de ser uma menina adolescente traduzido em uma fala tão simples. E eu, naquela idade, me enxergando em todos aqueles sentimentos. Foi nesse momento que Sofia Coppola virou a…

  • Críticas e indicações,  Filmes

    As Virgens Suicidas

    Texto escrito em dezembro de 2019 para o dossiê sobre filmes de 1999 da Revista Moviement. O cinema de Sofia Coppola é marcado por mulheres isoladas. Com uma poética muito própria, se tomarmos sua filmografia, o senso de não-pertencimento é uma constante, acompanhado pelo controle sobre os corpos e suas performatividades. Suas personagens sentem falta de um lugar para chamar de seu e essa falta é expressa no estranhamento dos demais. Ausenta-se o sentido; abunda a tristeza e a busca por si. Existe uma melancolia quase palpável em torno de muitas de suas heroínas. Esses elementos são passíveis de identificação, em maior ou menor grau, desde quando a cineasta lançou…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Entrevistas,  Filmes

    [47ª Mostra de São Paulo] Entrevista Mania Akbari

    Esta entrevista faz parte da cobertura da 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 19 de outubro e 1 de novembro. Um dentre os mais de 300 filmes selecionados para a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Como Você Se Atreve a Desejar Algo Tão Terrível (How Dare You Have Such a Rubbish Wish, 2022) da cineasta e ativista Mania Akbari não só foi exibido nas salas de cinema como ficou disponível para streaming na plataforma Spcine Play. A obra é um vídeo-ensaio que utiliza cenas de filmes iranianos para, por meio de poemas e narrações da própria narradora, abordar o olhar masculino sobre mulheres…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Entrevistas,  Filmes,  Podcasts

    [47ª Mostra de São Paulo] Entrevista Hanna Västinsalo

    Esta entrevista faz parte da cobertura da 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 19 de outubro e 1 de novembro. Nesse podcast, parte de nossa cobertura da 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, entrevistamos a cineasta finlandesa Hanna Västinsalo, em uma conversa sobre seu filme Palimpsesto (Palimpsest, 2022). Você pode conferir a crítica completa do filme aqui. O programa é apresentado por Isabel Wittmann. Confira a transcrição da entrevista abaixo: Isabel: Em primeiro lugar, gostaria de dizer que realmente amei o seu filme. Sou uma amante de ficção científica e assisti à sua palestra no Tedx, que foi realmente interessante. Especialmente quando você…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Entrevistas,  Filmes,  Podcasts

    [47ª Mostra de São Paulo] Entrevista Jenna Hasse

    Esta entrevista faz parte da cobertura da 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 19 de outubro e 1 de novembro. Nesse podcast, parte de nossa cobertura da 47ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, entrevistamos a cineasta luso-suíça Jenna Hasse a respeito de seu filme O Amor do Mundo (L’ amour du monde, 2023).O programa é apresentado por Isabel Wittmann. Confira a transcrição da entrevista abaixo: Isabel: Primeiro eu queria agradecer a sua disponibilidade para realizar essa entrevista. Começando por algumas perguntas pessoais primeiro. Quantos anos você tinha quando se mudou para Suíça e como que foi a sua formação para trabalhar com cinema?…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    [47ª Mostra de São Paulo] Mulher de… (2023)

    Esta crítica faz parte da cobertura da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 19 de outubro e 1 de novembro. É o que diz aquele velho ditado: de boas intenções o inferno está cheio. Mulher de (Woman of…, 2023), dirigido pela dupla de cineastas poloneses Michał Englert e Małgorzata Szumowska, é um filme que já parece surgir de uma proposta antiquada. A história atravessa a vida de uma mulher transgênero ao longo de quarenta anos, desde a Polônia soviética até o ano de 2023. Em sua juventude ela é interpretada pelo ator Mateusz Wieclawek e com a passagem do tempo passa a ser encarnada pela…

  • Cinema,  Filmes

    [47ª Mostra de São Paulo] Mambar Pierrette (2023)

    Esta crítica faz parte da cobertura da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 19 de outubro e 1 de novembro. Mambar Pierrette (Pierrette Aboheu) é uma costureira na cidade de Douala, em Camarões. Mãe de três filhos, é do ofício da costura que ela tira o sustento da casa, que inclui, ainda, sua mãe idosa. O pai das crianças, ausente, não contribui sequer com uma pensão. A cineasta camaronesa radicada na Bélgica Rosine Mbakam escreve e dirige a obra e a estrutura dela é similar ao seu documentário Chez Jolie Coiffure (2018). Nele, a cineasta mergulhava na rotina de trabalho e nas conversas da cabeleireira…

  • Cinema,  Críticas e indicações,  Filmes

    [47ª Mostra de São Paulo] Razões Africanas

    Esta crítica faz parte da cobertura da 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que ocorre entre 19 de outubro e 1 de novembro. Com o documentário Razões Africanas (2023), o diretor Jefferson Mello explora as raízes musicais africanas de três ritmos musicais americanos: o blues criado nos Estados Unidos, a rumba de Cuba e o jongo, praticado principalmente na região sudeste do Brasil. Em uma apresentação antes de exibição, ele descreveu a obra como um documentário de guerrilha: foram mais de cinco anos (com uma pandemia no meio) filmando em seis países diferentes. No primeiro país, o filme foca em Terry “Harmonica” Bean, um músico que toca violão…