• Podcasts

    Feito por Elas #36 Ava DuVernay

    No programa de hoje conversamos sobre a filmografia da cineasta estadunidense Ava DuVernay, que atingiu sucesso no circuito alternativo e nos últimos anos tem se destacado em produções mainstream. Seus filmes criam micro-cosmos em torno da subjetividade dos personagens, ao mesmo tempo em que levantam importantes temas políticos, seja sobre gênero, questões étnico-raciais ou direitos civis. Abordamos seu primeiro longa metragem, I Will Follow (2010), Selma: Uma luta pela igualdade (Selma, 2014), com o qual  alcançou pleno reconhecimento do público, e o documentário A Décima Terceira Emenda (13th, 2016). O programa é apresentado por Isabel Wittmann do Estante da Sala, Stephania Amaral do site homônimo e Instagram Discos da Ste e Samantha Brasil do Delirium Nerd, Sobre Elas e Cineclube Delas. Tivemos a participação da convidada antropóloga e pesquisadora de cinema Ana Paula Alves Ribeiro, do Antropologia do…

  • Filmes,  Indicações

    Middle of Nowhere (2012)

    Midlle of Nowhere (2012) foi o segundo longa de Ava DuVernay e também participou de uma série de premiações, das quais se destacam a indicação ao grande prêmio do júri e a vitória de melhor direção dramática em Sundance e indicação de melhor atriz, melhor ator coadjuvante e melhor atriz coadjuvante no Film Independent Spirit Awards, onde também venceu o prêmio John Cassevetes, conferido a obras com orçamento menor que 500 mil dólares. A trama mostra a trajetória de Ruby, uma mulher que abandona sua faculdade para conseguir acompanhar o marido que foi preso. Isabel WittmannCrítica de cinema, doutoranda em Antropologia Social, pesquisa corpo, gênero e cinema e é feminista. estantedasala.com

  • Filmes,  Indicações

    Selma (2014)

    Selma (2014), de Ava DuVernayFilme indicado ao Oscar que retrata a marcha pelos direitos civis de Selma a Montgomery, nos Estados Unidos, liderada por Martin Luther King Jr. em 1965. Isabel WittmannCrítica de cinema, doutoranda em Antropologia Social, pesquisa corpo, gênero e cinema e é feminista. estantedasala.com