• Blogs,  Cinema,  Críticas,  Isabel Wittmann

    A Vida é uma Dança e a obra de Dorothy Arzner

    Dorothy Arzner é uma das pioneiras do cinema. Nasceu em 1897 e começou a trabalhar como diretora no final da década de 1920, ainda no cinema mudo. Fez a transição para o cinema sonoro e trabalhou até 1943, sendo a única mulher que se saiba estar dirigindo filmes em Hollywood ao longo da década de 1930. Foi também a primeira mulher a integrar o Sindicato dos Diretores nos Estados Unidos. Curiosamente, eu estava vendo, esses dias, o documentário Alice Guy-Blaché: A História Não Contada da Primeira Cineasta do Mundo (Be Natural: The Untold Story of Alice Guy-Blaché, 2018), dirigido por Pamela B. Green e nele aparece uma carta de Guy…

  • Podcasts

    Feito por Elas #113 Dorothy Arzner

    O nosso programa de hoje é sobre a cineasta estadunidense Dorothy Arzner, uma das pioneiras do cinema. Ela nasceu em 1897 e começou a trabalhar como diretora no final da década de 20, ainda no cinema mudo. Fez a transição para o cinema sonoro e trabalhou até 1943, sendo a única mulher que dirigiu filmes em Hollywood ao longo da década de 1930. Focamos em seu filme A Vida é Uma Dança (Dance, Girl, Dance, 1940), estrelado por Maureen O’Hara e Lucille Ball. O programa é apresentado por Isabel Wittmann, Camila Vieira e Kel Gomes. Oferecimento: Telecine: acesse para testar Feedback: contato@feitoporelas.com.br Feed|Facebook|Twitter|Instagram|Letterboxd|Telegram Pesquisa e pauta: Isabel Wittmann, Camila Vieira e…