Discos,  Indicações

Tem Conserto, de Clarice Falcão

Clarice Falcão voltou. A menina que começou cantando paixões um tanto quanto submissas e tragicômicas em Monomania (2013) e amadureceu na forma empoderada de lidar com dramas românticos em Problema Meu (2016), sem jamais perder a ironia. Tem Conserto (2019) inicia com uma aura bad, a julgar por “Minha Cabeça”, “Morrer Tanto”* e “Esvaziou”, cujo clipe meditativo (genérico) esvazia um pouco a tristeza do luto. Porém em meio ao choro, Clarice faz rir na sequência com as dançantes “Horizontalmente” (na real um depressivo caso de amor com a cama) e “Dia D” (ousado refrão de funk), lembrando “Hey DJ” da Xuxa nos tempos áureos em “CDJ”, link pra terminar de quebrar tudo na balada em “Só + 6”. A faixa título encerra em doses certas mas deixa com vontade de ouvir de novo e de novo, superada a perturbação inicial com beats eletrônicos anacrônicos, meio Madonna brazilis, muitos ecos de Letrux e Noporn. Fiquem com o videoclipe hilário (powerpoint orkut 2009 feelings) de “Mal pra saúde” (sim, é oficial).

*Nem todo mundo morre por tudo
Tem gente que escova dente
Dirige carro, arruma mala
Põe uma roupa e segue em frente

Videoclipe de “Mal pra Saúde”, de Clarice Falcão
Compartilhe
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *