Filmes,  Indicações

Olla, de Ariane Labed

Com clara influência do longa Jeanne Dielman, 23, Quai du Commerce, 1080 Bruxelles (1975), da diretora Chantal Akerman, Olla (2019) é a estreia bem sucedida da atriz francesa Ariane Labed (A Lagosta) atrás das câmeras. O trocadilho com o nome que ela recebe ao chegar, ao menos no Brasil permite uma associação erótica, uma das facetas bem trabalhadas na protagonista Olla (Romanna Lobach), que deixa a Ucrânia e vai para a França morar com Pierre, que ela conheceu pela internet e que vive com a mãe idosa. O curta de 27 minutos não brinca apenas com as discrepâncias da linguagem, mas com expectativas masculinas, direitos e desejos femininos, tantas vezes agredidos e silenciados. Destaque para a versão ucraniana do hit oitentista “What is Love”, que fala muito pela personagem, tanto quanto suas atitudes surpreendentes. Disponível no acervo do Mubi. 

Compartilhe
Share

Doutoranda em cinema de horror, revisora e aspirante à crítica de música no @discosdaste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.